Tratar Presos com mais rigor?

terça-feira, 30 de março de 2010

VALORIZAÇÃO DO PROFESSOR, COMEÇA DENTRO DA ESCOLA



Pensar nisso pode significar ter de rever o papel da escola frente à possibiidade de significação da cidadania e do trabalho, pois quando falamos em valorização do profissional em educação, logo nos vem a cabeça a "questão salarial". Qual escola de Rondônia e do Brasil, está preocupada com as condições de produção do professor, isto mesmo, a questão da saúde em sala de aula.

Muitos de nós, trabalhamos em ambiente insalubre, que não oferece as mínimas condições de funcionamento. Quantos professores estão em sala de aula acometidos de alguma anomalia? Normalmente o professor afasta-se da sala de aula, quando as consequências estão se agravando. Precisamos de politicas públicas voltadas para a sustentabilidade da integridade física dos profissionais em educação; Os próprios gestores escolares, podem e devem encaminhar profissionais para dentro da escola, para fazer avaliações preventivas em seus funcionários, para tentar dar um pouco de dignidade aos mestres.

Quem sabe fazer um convênio com as diversas faculdades que temos em Porto Velho, para fazer diagnósticos preventivos, nas áreas de Fonoaudiologia, Nutrição, Educação Física, entre outros como forma de garantir nossa saúde.

Rondônia é a campeã de encaminhamento de pessoas para a cidade de Barretos-SP, acometidas pelo Cancêr, quantos colegas nossos estão morrendo por conta de uma má alimentação servidas nas Cantinas das Escolas Públicas. O caso é assustador!

Precisamos urgente de criar mecanismos para que possamos encaminhar nossos professores para cursos de aperfeiçoamento, mini-cursos, palestras, para quem sabe melhorar nossa auto-estima.

Quem sabe com um pouco de saúde preventiva e alguns cursos de aperfeiçoamento, não estaremos valorizando no mínimo a boa vontade de melhorar a vida daqueles que quiserem e sem dúvida nenhuma, estaremos trabalhando para a construção de uma escola cidadã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário