Tratar Presos com mais rigor?

terça-feira, 30 de março de 2010

VALORIZAÇÃO DO PROFESSOR, COMEÇA DENTRO DA ESCOLA



Pensar nisso pode significar ter de rever o papel da escola frente à possibiidade de significação da cidadania e do trabalho, pois quando falamos em valorização do profissional em educação, logo nos vem a cabeça a "questão salarial". Qual escola de Rondônia e do Brasil, está preocupada com as condições de produção do professor, isto mesmo, a questão da saúde em sala de aula.

Muitos de nós, trabalhamos em ambiente insalubre, que não oferece as mínimas condições de funcionamento. Quantos professores estão em sala de aula acometidos de alguma anomalia? Normalmente o professor afasta-se da sala de aula, quando as consequências estão se agravando. Precisamos de politicas públicas voltadas para a sustentabilidade da integridade física dos profissionais em educação; Os próprios gestores escolares, podem e devem encaminhar profissionais para dentro da escola, para fazer avaliações preventivas em seus funcionários, para tentar dar um pouco de dignidade aos mestres.

Quem sabe fazer um convênio com as diversas faculdades que temos em Porto Velho, para fazer diagnósticos preventivos, nas áreas de Fonoaudiologia, Nutrição, Educação Física, entre outros como forma de garantir nossa saúde.

Rondônia é a campeã de encaminhamento de pessoas para a cidade de Barretos-SP, acometidas pelo Cancêr, quantos colegas nossos estão morrendo por conta de uma má alimentação servidas nas Cantinas das Escolas Públicas. O caso é assustador!

Precisamos urgente de criar mecanismos para que possamos encaminhar nossos professores para cursos de aperfeiçoamento, mini-cursos, palestras, para quem sabe melhorar nossa auto-estima.

Quem sabe com um pouco de saúde preventiva e alguns cursos de aperfeiçoamento, não estaremos valorizando no mínimo a boa vontade de melhorar a vida daqueles que quiserem e sem dúvida nenhuma, estaremos trabalhando para a construção de uma escola cidadã.

sábado, 27 de março de 2010

ESCOLA CIDADÃ

O que as crianças e adolescentes devem aprender nas escolas? Certamente noções de português, matematica, ciências, entre outros, ajudarão nossos filhos e filhas a escolher uma profissão e a se tornar membros produtivos da sociedade.
No entanto, uma civilização não é feita apenas por profissionais de sucesso, mas é construida a partir de cidadãos. E cidadania também pode ser ensinada e aprendida na escola. Para isso é preciso desenvolver uma visão mais ampla do processo educacional e diversificar o currílo de disciplinas.
Uma das noções mais básicas de cidadania é de que as pessoas que moram em uma mesma comunidade dependem uma das outras. Outro fator importante é o desenvolvimento de valores, como o ESFORÇO PESSOAL, A HONESTIDADE, A VALORIZAÇÃO DA VIDA, RESPEITO AOS IDOSOS, AS MULHERES, ETC...
Tudo bem, que muitas dessas coisas devem ser ensinadas pelos pais, mas com um pouquinho de criatividade as escolas podem ajudar, para não sermos simples TRANSMISSORES DE DECOREBAS. Fazer o aluno sentir-se como agente de mudanças dentro da escola, criando mecanismos de transformação do espaço escolar, quem sabe criando uma nova disciplina, paralela, somente para alunos com idéias criativas, ou quem sabe implantar dentro das escolas um serviço de "MONITORES" onde o aluno sentisse na pele a responsabilidade de conservação do meio ambiente escolar.

sábado, 13 de março de 2010

LEVIATÃ: Cadê o trabalho? cadê o respeito?



Em pleno século XXI somente o filosofo ingles Thomas Hobbes, conseguiria explicar o que se passa por aqui, em terras tupiniquins. Em seu livro LEVIATÃ, compara o Estado a um "monstro" poderoso, criado para acabar com a desordem e a insegurança da sociedade.

Hobbes acreditava que só existia uma solução para acabar com os conflitos sociais, estabelecer um "CONTRATO SOCIAL", no qual cada um deveria renunciar à sua liberdade em favor de um governo absoluto, capaz de garantir a ordem, a direção e a segurança do convívio social.

Não acredito que esse monstro que ruge tenha alguma vez na vida lido algo sobre esse filósofo, pois para Hobbes, o poder do estado nasceria desse "contrato social", acordo no qual a vontade do gevernante passaria a valer como vontade de todos. "BUSCAR O BEM-ESTAR DO POVO SERIAO DEVER BÁSICO DO TITULAR DO PODER POLITICO".

Salvo engano não lembro-me se o mesmo falava que deveria comprar votos de tolos?

Ou ainda legislar em causa própria?

Quem sabe humilhar trabalhadores em educação, que em muitos países desenvolvidos são a base do processo produtivo!

Nepotismo? arrogância?Malversação?Corrupção?Marginal?

Eh, precisamos fazer revoluções de novo? Porque o Brasil tá cheio de dragões e serpentes malignas que destroem a maioria da população em benefício próprio.


Valdeci Ribeiro, leciona no JBC

sexta-feira, 12 de março de 2010

GREVE

A educação brasileira está doente, os professores brasileiros estão morrendo, pasmem Rondônia é a campeã nacional em encaminhamentos de pessoas para a cidade de Barretos-SP, isto mesmo, e muitos professores estão nesta lista miseravel.
É miseria pra todo lado, baixos salários, condições insalubres de trabalho, carga excessiva(mesmo contra uma lei federal).
Precisamos urgentemente paralisar nossas atividades, por um bem maior: nossa dignidade, nossa cidadania, nossa família. Chega de sermos relegados a uma classe inferior e desqualificada, se somos formadores de opinião, como aprendemos nas universidades, cadê nossa consciência de classe em prol de um movimento legal.
Trabalhadores em Educação: UNI-VOS!!!!
Prof. Valdeci, leciona Sociologia no JBC

quarta-feira, 10 de março de 2010

ENSINO REAL E EDUCAÇÃO VIRTUAL



Até que ponto recursos tecnológicos como a Internet e o computador poderão ocupar o lugar do PROFESSOR no processo de ensino-aprendizagem? Apesar de todos os avanços da informática, é dificil que o ensino virtual, via internet, substitua com os mesmos resultados o que é ministrado pelo professor de carne e osso.

Na verdade, a figura do professor que conhece cada um de seus alunos, jamais será substituida pelo ensino virtual, que pode, no máximo, ser um bom mecanismo/complemento no processo de aprendizagem.

Lamento que os PAIS E MESTRES já nãosirvam tanto de modelo para os jovens numa sociedade às voltas com profunda crise de valores e de autoridade. O ensino está em dificuldades devido a um sistema escolar falido. O saber hoje é servido em fatias, e os elementos nele contidos não se ligam uns aos outros. Diante disso, as novas tecnologias agravam ainda mais essa situação.

O certo é que nada, no processo educativo, poderá substituir a importância do CONTATO pessoal, humano. A conversa com o professor é incomparavelmente mais fcunda e espontânea do que o diálogo interativo que se possa estabelecer com uma máquina.

NOVAS TECNOLOGIAS, como a internet, podem ajudar a desenvolver e enriquecer a educação, mas esta não pode ficar reduzida a esses equipamentos e seus suportes conexos.


"As escolas que aderirem à nova tecnologia educacional devem ter a preocupação de reforçar a socialização dos alunos, pois as relações humanas devem ser preservadas para se evitar o individualismoi excessivo, uma característica marcante deste ínicio de século.
Prof. Valdeci Ribeiro, leciona Sociologia em Porto Velho-RO

domingo, 7 de março de 2010

NO PAÍS DAS FALCATRUAS

Está chegando a hora do povo brasileiro bater no peito e dizer que tem "orgulho" de ser brasileiro. É a Copa do Mundo 2010, e todos unidos numa grande corrente pra frente, e esqueçemos que vivemos em um lugar onde a Moral e a Ética foram enterradas e só é possível lembrar nas aulas de Sociologia e Filosofia.
Não escapa ninguém as "falcatruas" arregimentaram para suas fileiras: Políticos, empresários, pastores e bispos de todas as religiões; não há mais em quem acreditar!!
Fazendo uma analíse historiografica, podemos nos recordar da expulsão de vários portugueses no ínicio do século XVII por corrupção, desvio e malversação dos recursos públicos foram os chamados "DESORELHADOS", isso mesmo LADRÃO de dinheiro público era punido com a extração das duas orelhas, pena que esses miseráveis foram degredados para o BRASIL, eram em média 600 desorelhados(ladrões) e ajudaram na costrução da cidade de Salvador, e essa semente do mal espalhou-se por todo território brasileiro.
Negociatas, nepotismo, compra de passagens, abertura de contas fantasmas. É dinheiro na meia, na cueca e malas; São marajás e sanguessugas e a corrupação é de norte a sul, neste país tão rico e miserável se levarmos em conta a maioria de sua população.
Cadê os orgãos responsáveis em combater a malversação do erário público?
A administração pública no Brasil é caracterizada por desvios e desvios de dinheiro, é ladroagem pura. Nossa breve história de corrupção pode induzir a compreensão que as pratícas ílicitas reaparecem como um ciclo(se fossemos nos aprofundar no assunto), dando a impressão que o problema é cultural, quando na verdade é falta de controle, de prestação de contas, de PUNIÇÃO E DE CUMPRIMENTO DAS LEIS. É isso que nos tem reconduzido a erros semelhantes.
A tolerância a pequenas violações que vão desde a "taxa de urgência" para pagar funcionários públicos para conseguir agilidade na tramitação dos processos dentro dos orgãos públicos, até aquele motorista que paga o guarda de trânsito para não ser multado, não podem e não devem mais ser toleradas!
Caminhamos a passos largo para o CAOS, precisamos decidir se desejamos um país que compartilhe de uma regra comum a todos os cidadãos ou se essa se aplicará apenas a alguns.
Chega de CORRUPÇÃO, chega de ladroagem.!!
Cadeia a POLITICOS LADRÕES!!!! ou quem sabe a população não se revolte, e ela mesma arranque a orelha deles!!!

sexta-feira, 5 de março de 2010

CRENDICES EXPLOSIVAS



Aqui estou a pensar sobre a pensar sobre as ideologias e crendices populares. Ao contrário de certas religiões que contrapoem a infelicidade terrena ao júbilo celeste, e que prometem virgens sem conta para além do bater do coração, a modalidade reinante na sociedade ocidental guia-nos a prossecução de um objetivo sentimental direcionado a monogamia, o que traz vantagens convenhamos.


Pelo sim pelo não, podemos aproveitar milhões de virgens à nossa volta sem que tenhamos de estragar o paraíso maculando alguma. Em boa missão cristã alguem deveria explicar, aos que ambicionam a sandice extrema de aguardar pelas suas virgens às mãos de uma divindade de existência duvidosa, que as mesmas serão sempre intocaveis; nunca vindo a formar um possível hárem que cruze o imaginário desses pobres crentes.


É a subversão de principios criada no imaginário de tais infelizes que lhe permitirá o idealismo útopico de se virem a rodear de virgens que pudessem usurfruir, sem que compreendam que o usufruto de apenas uma estragaria o equilibrio divino do que deveria ser imutável. Haveria muito menos deles a fazer-se explodir.

segunda-feira, 1 de março de 2010

INFIDELIDADE MOSTRA O BAIXO QI



Eh galera parece que trair é coisa de gente burra, pelos menos é o que aponta um estudo publicado numa revista especializada Social Psychology Quarterly. De acordo com o autor do estudo, o especialista em Psicologia Evolutiva da London School Of Economics Santoshi Kanazawa, "homens inteligentes estão mais propensos a valorizar a exclusividade sexual do que os homens menos inteligentes".

Ao analisar adultos e adolescentes, Kanazawa cruzou as informações, os dados de sua pesquisa, e concluiu que as pessoas que acreditam na importância da fidelidade sexual para uma relação demonstraram um QI mais alto. De acordo com o estudo, o ateísmo e o liberalismo politico também são caracteristicas de homens mais inteligentes.