Tratar Presos com mais rigor?

quarta-feira, 10 de março de 2010

ENSINO REAL E EDUCAÇÃO VIRTUAL



Até que ponto recursos tecnológicos como a Internet e o computador poderão ocupar o lugar do PROFESSOR no processo de ensino-aprendizagem? Apesar de todos os avanços da informática, é dificil que o ensino virtual, via internet, substitua com os mesmos resultados o que é ministrado pelo professor de carne e osso.

Na verdade, a figura do professor que conhece cada um de seus alunos, jamais será substituida pelo ensino virtual, que pode, no máximo, ser um bom mecanismo/complemento no processo de aprendizagem.

Lamento que os PAIS E MESTRES já nãosirvam tanto de modelo para os jovens numa sociedade às voltas com profunda crise de valores e de autoridade. O ensino está em dificuldades devido a um sistema escolar falido. O saber hoje é servido em fatias, e os elementos nele contidos não se ligam uns aos outros. Diante disso, as novas tecnologias agravam ainda mais essa situação.

O certo é que nada, no processo educativo, poderá substituir a importância do CONTATO pessoal, humano. A conversa com o professor é incomparavelmente mais fcunda e espontânea do que o diálogo interativo que se possa estabelecer com uma máquina.

NOVAS TECNOLOGIAS, como a internet, podem ajudar a desenvolver e enriquecer a educação, mas esta não pode ficar reduzida a esses equipamentos e seus suportes conexos.


"As escolas que aderirem à nova tecnologia educacional devem ter a preocupação de reforçar a socialização dos alunos, pois as relações humanas devem ser preservadas para se evitar o individualismoi excessivo, uma característica marcante deste ínicio de século.
Prof. Valdeci Ribeiro, leciona Sociologia em Porto Velho-RO

Um comentário:

  1. eu ainda prefiro o professor nas salas de aula ,tenho certeza que o aluno aprende com mais facilidades .

    ResponderExcluir