Tratar Presos com mais rigor?

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

CARNEVAL

Pelo menos é o que se fala: na horizontal todo mundo é igual.
E vem chegando o CARNAVAL
Hora de muitos se desposarem de suas máscaras e aproveitarem a folia
Dizem que é a festa da CARNE e acho que é mesmo
Tudo é permitido no País do CARNAVAL: Genitálias à mostra, danças sensuais, troca de casais, chifres e tudo mais...  será?
Ou já é tudo natural ou banalizado pela mídia? ou somos influenciados por ela?
Outra verdade sobre o CARNAVAL é que nem todo mundo é igual...
Controvérsias?   Não!!!!!
Blocos e Blocos com preços do olho da cara...
Até os mais simples tem seus cordões de isolamento cercados por pessoas que aproveitam a folia pra ganhar míseros reais pra segurar a corda!
O mercado da folia cresce, é só olhar nas principais ruas da cidade...
Quantas camisetas de blocos!!!!
Mas, quanto mesmo custa pra se fazer um carnaval de verdade?
Por falar nisso, estamos ansiosos pela chegada do CARNAVAL...
Eu mesmo vou no BLOCO DOS IMIGRANTES, BANDA DO VAI QUEM QUER e AINDA ASSISTIR O DESFILE DAS ESCOLAS DE SAMBA!!!!!
A grande verdade é que falta compromisso dos nossos políticos com essa festa popular, tantas verbas desviadas, tanta corrupção e a CULTURA deixada de lado!!!!

Parabéns aos incentivadores da cultura local.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

A IMPORTÂNCIA DA SEMANA PEDAGÓGICA


Parece-me que esse ano em Rondônia a "SEMANA PEDAGÓGICA"  será transferida para a primeira semana de março, isto é, um mês depois do inicio das aulas. Para muitos é um debate desnecessário, tendo em vista os professores estarem sempre preparados para darem aulas!
O  que temos visto normalmente, é uma semana não muito produtiva, onde os técnicos especializados para a organização da mesma, não utilizam o "espaço" digo tempo para desenvolvimento de debates e novas técnicas ou até mesmo de palestras motivacionais entre os colegas.
Para o Governo do Estado, a desculpa foi, que muitos professores não se reapresentam durante a primeira semana de aula, assim o primeiro dia de volta às aulas: É AULA MESMO. Talvez assim peguem aqueles colegas que não encontram na semana pedagógica, algo diferente de anos e anos sem mudanças!
Mas o que significa esse conceito?
Costuma-se associar QUALIDADE ao resultado obtido pelos estudantes em exames padronizados  de desempenho, em geral de linguagem e matemática.
Trata-se sem dúvida, de uma definição parcial que, de qualquer forma, encontra defesa no importante papel que essa aprendizagem desempenha nos de outras areas acadêmicas em sua relação com o acesso ao Ensino Superior e com inserção econômica dos indivíduos.
Mas o que isso tem a ver com a nossa Semana Pedagógica?
A resposta seria outra pergunta: Como conseguir qualidade com equidade na educação pública?
Infelizmente não há consenso sobre isso nem entre os pesquisadores, professores nem entre os políticos.
Não seria a Semana Pedagógica, o inicio das discussões referentes aos alvos, objetivos e conquistas do ano anterior. Da valorização dos profissionais envolvidos nas escolas? Dos compartilhamentos em grupos?
Geralmente os governos esquecem de que a atenção dada aos estudantes, as metas , as conquistas começam com o PROFESSOR.
Assim, talvez a principal pergunta que se deva fazer em países como o Brasil é em que medida a educação serve simultaneamente aos propósitos de MELHORA DA QUALIDADE e redução da  desigualdade.
A educação pública deveria ser um instrumento de melhora social, algo que parece hoje muito distante dos países na América Latina.



terça-feira, 10 de janeiro de 2012

PRAÇA DO CALADINHO: JOÃO ROQUE DE LIMA: DOCA

QUARTA-FEIRA, 12 DE AGOSTO DE 2009

SAGA DA FAMILIA ROQUE
JOÃO ROQUE DE LIMA “DOCA”

No dia 12 de Agosto de 2009, publicamos a história de um dos pioneiros do bairro caladinho em Porto Velho-RO, foi uma breve pesquisa que contava a trajetória desde cidadão comum, como a maioria do povo que veio para aventurar-se por estas terras.

TERÇA-FEIRA, 8 DE DEZEMBRO DE 2009

PRAÇA "JOÃO ROQUE DE LIMA" - a Praça do "DOCA"

Já no dia 08 de Dezembro de 2009, publiquei o seguinte texto, que segue na integra, no meu BLOG, digo neste blog:
Alguns meses atrás fizemos uma pequena pesquisa para levantar "migalhas" da história de uma família que veio para Rondônia na década de 40, um deles o sr. "DOCA", cearense cabra da peste chegou por aqui em meados do ano de 1943. Seu pai Joaquim Roque de Lima e dona Maria Elisa tiveram ao todo 21 filhos, dos quais ainda vivem 08, graças à Deus, todos muito bem.

E para nossa felicidade, aqui em Porto Velho, O Prefeito do Municipio sancionou o Projeto de Lei n; 2.569/2009 de 10 de Setembro de 2009, que diz:

LEI:


ART. -lº Fica denominada Praça JOÃO ROQUE DE LIMA, o logradouro Publico situado na Rua Nova Esperança, entre as Ruas TancredoNeves e Mato Grosso, Bairro Caladinho, Porto Velho-RO.

ART. -2° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.



Câmara Municipal de Porto Velho-RO, 10 de Setembro de 2009.


PROJETO DE LEI VEREADOR RAMIRO NEGREIROS-PMDB



Amplexos,


Prof. Valdeci Ribeiro

ENTRETANTO, desde o dia 10 de Setembro de 2009, data que foi promulgada a Lei Municipal, que instituía o nome aquele logradouro público, como Praça João Roque de Lima - "DOCA", somente agora no dia 14 de JANEIRO DE 2012, dois anos depois, a referida praça no bairro caladinho, vai receber a merecida PLACA que homenageia o pioneiro Doca(in memorian), que fique bem claro: para corrigir um erro administrativo da Prefeitura Municipal de Porto Velho, que no mes passado, fez a "inauguração! da mesma, com a presença do Prefeito Roberto Sobrinho e alguns vereadores da Capital, mas a praça veio receber o nome de PRAÇA DO CALADINHO. Assim, corremos atrás para reverter e corrigir o equivoco administrativo. E neste dia 14-01-2012, a devida homenagem será prestada ao Sr. Doca e sua Família.

* Valdeci Ribeiro, professor e pesquisador da História Regional e Rondônia.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

HIPOCRISIA

Depois de uma QUARENTENA resolvi voltar a escrever no meu blog!
Nesses dias desde o final de Novembro comi o pão que o DIABO amassou...
Mas, como sempre não me deixei abater...
O mais importante para mim foi descobrir coisas que me deixaram intrigado!
Nas adversidades conhecemos de verdade quem são os verdadeiros amigos...
Porque amigos temos muito no dia-a-dia...
Amigos de Facebook
Amigos de Orkut
Amigos da Padaria pela manhã (alias é o único momento que nos encontramos)
Amigos do trabalho (esses são indispensáveis) ou na verdade toleráveis...
Amigos da IGREJA (mais que amigos, chamamos de irmão, outros por respeitos chamamos de PASTORES)
E assim nossa lista de amigos vai abrindo um leque quase infinito de amigos, amizades e companheirismo...

Descobrir que meu candidato reeleito não era o santo que pregávamos!!!
Nossos discursos sobre honestidade, fidelidade, pedofilia era tudo baboseiras e hipócritas!!!
Falar de moral é quase imoral, quando nossos interesses ferem nossos "amigos"...

Quanta corrupção em nosso estado, quanta falta de bom senso dos governantes
Os interesses individuais superam os interesses coletivos,
O serviço público continua e continuará de má qualidade, porque não temos noção do que é público...

Vi na mídia filhas de pastores famosos, rindo do povo, da ignorância e da falta de entendimento!
Eu vi construções fantásticas e gigantescas para abrigar o povo que tem fome...
Fome de esperança, Fome de curas milagrosas, Fome dum emprego, Você tem fome de que?

Gostaria que a Policia Federal fosse tão eficiente como foi nessa operação da Assembleia Legislativa!
Gostaria que o Governo do Estado fizesse cumprir todas as promessas para a Educação...
Gostaria que nesse ano, meus escritos não causassem tantos problemas e confrontos,

Mas isto não depende de mim, porque simplesmente escrevo sem HIPOCRISIAS!!!!!


Prof. Valdeci Ribeiro.