Tratar Presos com mais rigor?

sexta-feira, 18 de março de 2011

USINAS E O CAOS EM RONDÔNIA



Ninguem se rebela de uma hora pra outra sem motivos! Não sou a faor do vandalismo, mas as empresas responsavéis pela obra das úsinas de santo antonio e jirau, mantêm os trabalhadores em regime de escravidão ou no mínimo uma intensa exploração de mão de obra.


Muitos trabalhadores tem a carga horaria de até 12 horas de labuta diária, sem contar as horas que passam nas paraas de ônibus para ireme voltarem para casa.


A maioria dos trabalhadores são aliciados no interior do nordeste com promessas de bons sálarios e de excelentes condiçoes de vida e de trabalho para depois serem superexplorados.


Mas o que fazer para não voltarmos ao tempo onde as reivindicações eram resolvidas com a quebra de máquinas(LUDISMO), vivemos em uma época de informações onde acreditamos numa consciência dos trabalhadores ou no mínimo de cidadãos que sabem dos seus direitos e deveres.

A população está acuada, com medo! Os comerciantes fechandos seus estabelecimentos com medo de sauqe e quebradeiras. Cadê o PAC que não previu que a vinda de tantos homens para nossa cidade acarretaria em mais violência!


Enquanto isso... o Governo se cala, porque as grandes empreeteiras como sempre, investem muito em campanhas politicas. Agora é pagar pra ver: O CAOS!!!!



Professor de História, na cidade do CAOS.

quarta-feira, 16 de março de 2011

QUEM TEM BOCA VAI A ROMA?

Esse é um velho ditado popular. Ditado como o próprio nome diz é a expressão que através dos tempos se mantém imutável, aplicando exemplos morais, filosoficos e religiosos.
Mas trabalhando o conteúdo sobre Roma nos seus períodos históricos e na sua organização social e politica, nos deparamos com o velho adágio: quem tem boca vai a Roma!
É bastante comum em nosso dia a dia a expressão "quem em boca vai a roma!"
Contudo não era bem assim... a expressão correta é:QUEM TEM BOCA VAIA ROMA! e se refere aostempos em que Roma era governada por Júlio César.
Naquela época ninguem podia expressar sua opinião, ainda mais se fosse contraria a do tão poderoso Imperador, portanto Roma merecia por parte da Plebe e Escravos uma: vaia....
E eu pergunto: a história mudou? a liberdade de imprensa no Brasil é respeitada? nos orgãos públicos temos a liberdade de falar o que pensamos?
Aos poderosos que tentam calar a imprensa e os comunicadores no país uma Vaia!

sábado, 5 de março de 2011

PARODIA PARA AULA DE HISTÓRIA


PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DA GRÉCIA


Música: Pra não dizer que não falei das flores

Canta: Geraldo Vandré
.
.
.
Lá na Grécia os genos formavam irmãos/
O seu solo era pobre mas juntando as mãos
Se plantava e colhia tinha união/
Mas o povo aumentou e não sobrava pão.
E NA GRECIA ANTIGA TODO MUNDO PÔDE VER
CULTIVO, MITOLOGIA, PATRIARQUIA PODE CRER bis
Mas a fome separa os que eram irmãos/
Foi homero que disse da situação
Que surgiam cidades-estados: nação/
São chamados de Polis e tem divisão
E NA GRÉCIA ANTIGA TODO MUNDO PÔDE VER
COMÉRCIO, COSMOLOGIA, MILITARISMO PODE CRER bis
Em Esparta os soldados eram cidadãos/
Desde os sete de idade treinavam suas mãos
Pra usar bem as armas em pról da nação/
Vão lutar toda vida até ser anciãos
E NA GRÉCIA ANTIGA TODO MUNDO PODE VER
MOEDA, FILOSOFIA, DEMOCRACIA PODE CRER bis
Em Atenas mandavam os seus cidadãos/
Sua Democracia tinha distinção
Não votava o escravo, o meteco e a mulher/
Nem menores de idade podiam escolher
E NA GRÉCIA ANTIGA TODOMUNDO PÔDE VER
TEATRO, ARQUITETURA E JOGOS OLIMPICOS TAMBÉM bis
A Cultura se espalham em todas as regiões/
Alexandre, o grande, conquista nações
Os romanos aprendem as suas lições/
E conquista o mundo sabido de então
E DA GRÉCIA ANTIGA TODO MUNDO PÔDE VER
LEGADO CULTURAL QUE NUNCA VAMOS ESQUECER BIS
Prof. Valdeci Ribeiro, leciona História Geral, na Escola João Bento da Costa, PVH.



quinta-feira, 3 de março de 2011

O LEGADO DEIXADO PELOS GREGOS

BREVE RESUMO: aos meus queridos alunos do Terceirão JBC
A cultura grega foi imensamente rica. Teve grande influência em todo mundo ocidental. A história, por exemplo, começou a ser estudada como ciência pelos gregos. Herótodo, natural da Asia menor, escreveu o primeiro livro da história com fundamentos científicos e baseado em pesquisas. Tucídides , de Atenas, escreveu um relato sobre a guerra de Peloponeso.
Os gregos dedicavam-se também a oratória. Falar em público era muito importante na sociedade grega. Um dos oradores mais celebres foi Péricles. Outro foi Demóstenes, gago até a adolescência, corrigiu seu problema falando com a oca cheia de sementes ou pedrinhas tentando discursar mais alto do que as ondas do mar. Demóstenes foi autor das "Filípicas" uma obra contra o Rei Filipe II da Macedônia, que invadiu a Grécia.
A Filosofia foi o grande legado do pensamento grego. Inicialmente os gregos tentram explicar os fenômenos da natureza com justificativas mitologicas, ou seja atribuiam acontecimentos a atos de deuses, heróis e semi-deuses. Os pensadores dos primeiros tempos são chamados de Pré-Socráticos, isto é, os que vieram antes de Socrátes, que junto com Platão e Aristóteles transformaram-se nos mais importantes filosofos gregos.
Com o desenvolvimento da cultura e maior disponibilidade de bens materiais, os filosofos passaram a buscar explicações racionais e organizadas para os acontecimentos. Socratés foi o primeiro a proceder dessa forma. Ele abalou tanto a sociedade de seu tempo que foi forçado pelas autoridades a suicidar-se, bebend um preparado de uma planta chamada CICUTA.
Prof. Valdeci Ribeiro, leciona História, Filosofia e Sociologia em Porto Velho.