Tratar Presos com mais rigor?

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

I SEMINARIO ESTADUAL DE SOCIOLOGIA E FILOSOFIA



Foi realizado nos dias 29,30 e 01/10 no Hotel Rondon Palace em Porto Velho, o primeiro seminário estadual para debater e refletirmos sobre a importância e o papel das disciplinas de Sociologia e Filosofia.

Durante séculos questões éticas vem sendo debatidas e o homem ainda não encontrou a melhor forma de tornar a sociedade mais justa e correta. Continuamos tendo os problemas da miséria, fome, desigualdades sociais, violência, guerra etc. Temos no momento atual, novas dimensões de aplicabilidade da Ética, que impõem, por exemplo, relações de interdependência social que desconjuntam a moral individualista herdada da educação icional, ou ainda pela ética da familia e da reprodução familiar, nas quais os costumes estão largamente ultrapassados pelas possibilidades das ciências médicas e pela engenharia genética.

Não basta apenas transmitir conteúdos e metodologias de pesquisas ao jovens e sim prepará-los para viver em sociedade, respeitando regras que refletem a vontade codificada da maioria, atentos ao espaço do outro e, sobretudo, embora os seres humanos tendam a supervalorizar suas qualidades, e as qualidades do grupo a que pertencem e a alimentar preconceitos desfavoráveis em relação aos outros, precisamos capacitá-los para saudaar a contibuição de cada grupo social como enriquecedora do ambiente.

É preciso acrescentar que a entrada da Sociologia, como disciplina escolar obrigatória, se deveu em aprte a necessidade de se compreender cientificamene toda a diversidade de costumes, crenças e organização social existente em todo o vasto continente brasileiro.

O papel das Ciências Sociais no Brasil, se é que assim podemos defini-lo, nunca foi realizar estudos com frieza e objetividade das realidades sociais estudadas. Mas, principalmente, oferecer uma interpretação crítica dessa mesma realidade, que possa apontar caminhos para que as pessoas se conheçame se reconheçam melhor em suas vidas cotidianas. Por outro lado, a atividade cientifica exige a postura da dúvida, supõe que não existem verdades absolutas.

Em 2 de junho de 2008 foi sancionada a lei 11.684, que altera o artigo 36 da Lei nº 9394/96, tornando obrigatório o ensino de Filosofia e Sociologia em todas as séries do ensino médio.

Cabe à nós profissionais em educação, que por opção ou não de estar trabalhando com as disciplinas de Filosofia e Sociologia, verificar as consistências e a necessidade do ensino de filosofia e sociologia. Educar em direitos humanos é fomentar processos de educação formal e não formal, de modo a contribuir para a construção da cidadania, o conhecimento dos direitos fundamentais, o respeito à pluralidade e à diversidade sexual, étnica, racial, cultural, de gêneros e de crenças religiosas.
No geral, foi muito bom esse encontro parabéns aos professores Dr. Giovani Lunardi, Ninno Amorim, Marcio Secco, Dra. Walterlina Brasil e Ms. Adilson Siqueira. Os temas apresentados foram I. Reflexões acerca da filosofia e sociologia no ensino médio II. Os parametros curriculare nacionais a filosofia e sociologia III. Os valores na perspectiva filosófica e sociologica IV. Ciencias Sociais e seu papel na sociedade V. História da Filosofia e Sociologia.
Prof. Valdeci Ribeiro, leciona Sociologia na Escola João Bento da Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário